O que você não sabe sobre vendas nos dias de hoje.

Já se foi o tempo que um bom vendedor exibia o seu perfil “único” extrovertido, entusiasmado, falante e que dominava todo o ambiente ao seu redor.

O jogo mudou.
O mercado mudou, as pessoas mudaram e a maneira de se comprar um produto ou serviço, também mudou. E mudou bastante! A tecnologia faz com que a informação esteja disponível a todo momento e, facilmente, consultamos, pesquisamos, vemos opiniões sobre tudo antes de pensar em qualquer possibilidade de compra.

Mas ainda tem gente que pensa: “Minha equipe não funciona!” ou até “Ah, eu não tenho jeito pra vender!”. Se tudo mudou, será que a nossa referência de um bom vendedor está correta e atualizada?

Para dominar a arte de vender bem hoje, as competências fundamentais de alguém falante foi substituída para alguém que pergunta e ouve. O comportamento do vendedor mudou de alguém que tira pedido para alguém que domina a habilidade de escutar, fazer perguntas, conversar, se divertir e negociar para garantir que todos saiam ganhando.

Como fazer isso acontecer no meu dia a dia? Esta é a grande pergunta que fica. Pra isso tenho 3 direcionamentos fundamentais para você mudar seu modo de pensar sobre vendas e ter mais resultado nos dias de hoje.

1. Dominar os verbos: ouvir, perguntar e apaixonar.
Ouvir o seu cliente é fundamental para construir uma relação de confiança. Além disso, faça perguntas para identificar as necessidades dele. Às vezes elas estão escondidas e nem mesmo seu cliente sabe que tem. Se apaixone pelo seu produto ou serviço ao ponto que ninguém no mundo domine todas as características e diferenciais melhor que você.

2. Vender não é o objetivo principal.
O seu objetivo principal precisa ser algo maior, com motivos certos e grandiosos por traz. A missão ou propósito precisam impulsionar você para as vendas. Se você vende apenas pelo dinheiro está num caminho bem errado. Busque a intenção de mudar a vida de seus clientes, gerar receita, impactar a sociedade, movimentar a economia e realizar os sonhos das pessoas. Mude completamente a essência e a energia inseridas nas suas atividades. Cuide a sua motivação. O objetivo precisa ser muito mais que vender.

3. Transformar a necessidade em paixão.
Dominando os 3 verbos do número 1 e encontrando os motivos corretos para vender, falta apenas transformar a sua necessidade de vender em paixão por ajudar as pessoas. Nesse estágio a venda deixa de ser uma obrigação, algo simplesmente vital pro seu negócio e passa a ser algo poderoso, prazeroso, energizante. A cada nova conquista, você entende o impacto disso para seu negócio e para todos que estão envolvidos, sejam eles fornecedores, colaboradores, colegas de trabalho, parceiros ou clientes. É isso que vai te impulsionar a crescer e conquistar resultados cada vez maiores!

Fica o desafio! Reformule a imagem que você possa ter do que é ser um bom vendedor nos dias atuais. Comece imediatamente a implantar estes 3 modos de pensar no seu negócio e no seu dia-a-dia!

Fala pra mim suas dificuldades e desafios aqui embaixo que eu me comprometo a escrever e compartilhar caminhos para fazer você virar o jogo!

Se você gostou, talvez seus amigos possam achar útil. Manda este link para eles e afivele os cintos porque nós vamos subir. E vamos juntos!

Aula aberta Gente que Vende

3 comments

    1. Oi Gleici! É isso aí! Esse é o caminho!
      Deixa aqui pra mim suas sugestões que nos próximos post vamos gerar conteúdos que contribuam com sua trajetória de crescimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.