A bomba atômica que não me deixa vender

Você também não sabe vender algo ou não sabe se vender?

Na minha última turma do curso Gente que Influencia, pedi que os alunos escrevessem em uma folha, todos os sentimentos que eles tinham em relação à sua performance comercial, atuação e resultados. Tínhamos ali, gestores, consultores, advogados, coaches, empreendedores e todos que estavam na linha de frente em seus negócios em relação à apresentação, negociação e comercialização de seus produtos ou serviços. O resultado foi esse:

Praticamente todos tinham as mesmas questões e tudo convergia para uma coisa só: “eu não sei vender!” ou, “não consigo vender”.

O medo, a sensação de despreparo e a tristeza proveniente da falta de resultado era uma combinação atômica e negativa para que os resultados de cada um deles continuassem bem ruins. A perspectiva de melhoria era quase zero, e alguns já estava cogitando a possibilidade de desistir.

Imagine só: você estuda, faz uma faculdade ou cursos, se empenha muito, se forma, investe em um negócio ou uma carreira, e no final das contas, o seu resultado acaba sendo bem pequeno e insuficiente. Tanto em aspectos financeiros, emocionais e motivacionais. A sensação de incapacidade vem com tudo! Se todas as fichas foram apostadas, o medo de não ter dinheiro para pagar as contas e se sustentar bate de forma violenta. Surge a preocupação com as críticas, olhares externos das pessoas que não acreditavam em você, ou aquelas que te avisaram que talvez não ia dar certo ou, ainda pior, as pessoas que te apoiaram e acreditaram em você.


Em meio a este caldeirão de emoções, o que fazer?

Bom, não tem fórmula mágica. Vender, faturar e fazer o seu negócio andar não acontece do dia para a noite. Da mesma forma que você aprendeu a ler, dirigir, cozinhar, praticar esporte ou jogar um game, você precisa aprender a vender.

Existe um ciclo que prende a maioria das pessoas que não têm resultado. Eu o chamo de Ciclo de Incompetência Mentirosa (CIM). Funciona desse jeito:

Pra quebrar esse ciclo:

1. Tenha clareza do seu valor;
Escreva em uma folha de papel todos os seus atributos como profissional, tudo mesmo. Cursos, estudos, formação, experiência, realizações e leia isso pra você quantas vezes forem necessárias até que você se convença da sua própria qualidade profissional e ganhe confiança em você mesmo!

2. Tenha clareza do valor do seu negócio;
Diferenciais, benefícios, entregas, pontos fortes, preços e tudo que tem de bom na sua empresa. Se encante por isso tudo que você escreveu! Leia até que isso se internalize.

3. Desassocie o “não” de você.
O “não” que você recebe de um cliente não é pra você. Então não deixe que isso afete sua autoestima e confiança. O”não”, foi para a oportunidade, para o momento, para a reunião, para o produto. E não para você! 
Mãos na massa! Acabe com o seu ciclo da incompetência mentirosa e inicie o ciclo de persistência e resultados positivos!

Comente suas dificuldades que eu te ajudo no que for necessário para fazer você subir alto. Vamos juntos!

2 comments

  1. Excelente post!
    A abordagem de situações que ocorrem no cotidiano de diversos profissionais foi perfeita.
    Certamente irá contribuir para a reflexão e desenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.